Se os bancos lucram tanto, por que continuam a demitir?

 

14067717_191104457974308_4239081383606467833_n (1).pngAfinal, se existe uma constante nas informações divulgadas pelos bancos é o lucro dessas instituições. Com crise, sem crise, eles são sempre lucrativos.
Então, por que continuam demitindo funcionários? Vejam os números: de junho de 2015 a junho deste ano, o Bradesco dispensou 4.478 trabalhadores; o Itaú fez a mesma coisa com 2.815 pessoas que trabalhavam no banco; o BB demitiu 2.710 empregados. Na Caixa, foram 2.235 pessoas a menos trabalhando e, no Santander, 1.368.


Mas o setor, ao contrário do que faz pensar as demissões, continua bastante lucrativo. De acordo com a consultoria Economática, os bancos registraram o segundo maior lucro consolidado dentre os setores da economia nacional, com o valor de R$ 15,11 bilhões, no segundo trimestre de 2016.


Pois é, a resposta é simples. As demissões continuam porque os bancos querem mais e mais lucros sem pensar na vida de seus funcionários. Por isso, só a luta te garante.

Deixe uma resposta