Primeira greve geral brasileira aconteceu há 100 anos

1-65cAajtiNprl7x0nppalIg.png

Uma greve extremamente importante, na verdade a primeira greve geral no Brasil, completa 100 anos em 2017, mas você provavelmente nunca ouviu falar dela. Pois a greve geral que está acontecendo hoje também tem sido retratada pela grande mídia como algo menor, e não como a maior paralisação da história história brasileira.

Quase 100 anos atrás (a greve completa seu centenário em julho) a situação no país era bem diferente. Muitos imigrantes, chegados havia não muito tempo, trabalhavam nas fábricas, principalmente de São Paulo e do Rio de Janeiro. Vários ainda não falavam português, mas uma coisa os unia: a insatisfação com as longas jornadas, péssimas condições de trabalho e salários baixos.

Com histórico de luta sindical e política, muitos desses imigrantes tinham plena noção da exploração à qual eram submetidos.

Numa época em que questões sociais eram tratadas como questão de polícia (ainda mais do que hoje em dia), o que afastava muita gente das manifestações, foi a morte de um operário, causada pela polícia, que serviu de estopim da paralisação daquele ano. O enterro do espanhol José Ineguez Martinez, realizado no Cemitério do Araçá, em São Paulo, foi acompanhado por milhares de operários que se deslocaram de vários pontos da cidade.

A greve, que durou mais de um mês, contou com um grau de adesão impressionante por parte da sociedade. O movimento é visto como uma das ações que levaram, em 1943, à criação da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Deixe uma resposta