Doria vai deixar crianças e adolescentes da Ocupação Aristocrata sem moradia e sem escola.

No dia 18 deste mês, cerca de 200 famílias terão que deixar suas casas na Ocupação Aristocrata, na zona sul de São Paulo. O terreno foi ocupado há 4 anos porque não possuía função social, ou seja, estava abandonado pelo proprietário e pelo poder público. Hoje, moradores da ocupação foram até a Secretaria Municipal de Habitação para negociar a reintegração de posse. A gestão de Doria respondeu que as famílias poderão ficar em um terreno em Interlagos, mas não dará qualquer apoio ou estrutura para a mudança.

Questionados sobre a realocação de crianças e adolescentes para escolas mais próximas do novo local de moradia, a resposta foi a mesma: não darão qualquer apoio ou estrutura. Moradia e educação são direitos constitucionais, mas quem na gestão municipal do tucano liga para isso? No vídeo, Cintia e Andreza, lideranças da Ocupação Aristocrata, relatam a reunião que tiveram com a administração municipal e a resposta que obtiveram da atual gestão.

Deixe uma resposta