Para OIT, não há evidência de que reforma trabalhista vá gerar emprego

1-sESVfoNTRDzZWyWy2g9VWw.png

O diretor da Organização Internacional do Trabalho, Peter Poschen, disse que a reforma trabalhista tem um objetivo bem vago e que a “afirmação de que a reforma vai gerar emprego tem pouca evidência”.

Ele também criticou o fato de o governo tocar as reformas trabalhista e da Previdência ao mesmo tempo, porque a mudança no mercado de trabalho pode gerar necessidade de mudança no cálculo da Previdência.

Deixe uma resposta