Seu direito ao saque do FGTS inativo está em risco!

1-U87TqViyw2xeNAEIXD7B1w

Quem nasceu entre setembro e dezembro pode não conseguir receber o FGTS inativo. Isso porque o saque das contas inativas foi autorizado por meio da Medida Provisória de n.º 763/2016, que foi publicada no final do ano passado, mas só passou a vigorar no dia 2 de fevereiro.

Uma MP vale como lei por 60 dias, mas pode ser prorrogada por mais 60 dias. Depois disso, para continuar valendo, tem de ser aprovada nos plenários da Câmara e do Senado

Em 1º de junho se esgotam os 120 dias de vigência desta MP, portanto, se até lá as duas Casas do Congresso não aprovarem a medida, ela deixa de valer.

Isso pode afetar os nascidos entre setembro e novembro, que são os trabalhadores que devem começar a sacar o FGTS inativo a partir de 16 de junho e também aqueles que nasceram em dezembro e que, pelo calendário, podem retirar o valor a partir de 14 de julho.

Se isso já não fosse ruim o suficiente, saiba que a coisa pode piorar. Se a MP perder a validade, existe até mesmo a possibilidade de o governo pedir a devolução dos valores de FGTS inativos já entregues aos trabalhadores. Pois é, um dinheiro que pertence ao trabalhador!

Não quer correr riscos? Pressione o seu/sua deputado (a) e seu senador (a) para que a MP seja logo votada e aprovada, o que vai garantir o direito de todos os trabalhadores! A MP está na pauta de votação da Câmara nesta quarta-feira (24/05).

Deixe uma resposta