Por que as empresas defendem as reformas do Temer?

O presidente da Câmara Rodrigo Maia disse que a agenda da Câmara está em sintonia com a do presidente Michel Temer, que tem como foco o mercado e o setor privado. Maia falou sobre a questão durante o Fórum de Investimentos Brasil 2017, realizado no dia 30 de maio, em São Paulo.

E como o setor privado tem se comportado em relação ao governo Temer? Com total apoio às reformas, mas com o cuidado de evitar o nome do presidente, cuja popularidade não para de cair.

Deem só uma olhada no que as maiores entidades patronais estão publicando por aí:

1-Q1tU-Fmt9npXH-BnKYCu9Q.png

Post da página da CNI no Facebook

 

1-L8nWwkDobHDBYyuCNtvaMw.png

Mais um post da página da CNI no Facebook

1-Dm_Y-JWoLb_-h7zFqsG4Gg.png

Card retirado do perfil da CNA no Instagram

1-Ny1xCG-JtJmZ8F6ZKrta-w.png1-hoBLVgmxlRH402ml6rxbnA.pngCampanha “Brasil, parar por quê?” retirada do site da ABRAINC. Então, afinal, por que as empresas defendem as reformas de Temer? É muito simples. Essas entidades patrocinaram o golpe do ano passado e agora querem garantir o pagamento pelos recursos “investidos”: as reformas trabalhista e da Previdência, que beneficiam o empresários e retiram os direitos trabalhistas das brasileiras e brasileiros.

Deixe uma resposta