Caminhos da Reforma Trabalhista no Congresso Nacional

A quantidade de escândalos, delações, pedidos de cassação, processos, cortes de verbas e novas denúncias é tão grande que a gente se perde e esquece de alguns assuntos importantes, que podem afetar profundamente a nossa vida.

Esse é o caso da reforma trabalhista, que está tramitando no Congresso e em breve pode causar estragos enormes.

Depois de ter sido aprovado na Câmara, no dia 27 de abril, o projeto, que altera cerca de 100 artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), seguiu para o Senado, onde foi aprovado, no dia 6 de junho, pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

No dia 20 de junho, o texto da reforma trabalhista foi rejeitado na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), mas isso não impediu que a proposta continue seu curso, seguindo para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A previsão é que ela seja votada nessa comissão até 28 de junho.

Se passar na CCJ, o texto estará pronto para ser analisado pelo plenário do Senado. O governo quer que a votação aconteça até o começo de julho, enquanto a oposição quer deixar para o segundo semestre, depois do recesso.

Deixe uma resposta